Pazuello nomeia veterinário para dirigir programa de vacinas

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, trocou o diretor do programa de imunização e doenças transmissíveis.

Conforme decreto publicado no Diário Oficial da União, foi nomeado para o cargo o veterinário Lauricio Monteiro Cruz. Ele entrou no lugar do servidor de carreira Marcelo Wada.

A nomeação provocou polêmica entre profissionais da área que questionam nos bastidores a falta de experiência de Cruz para coordenar o programa de imunização, especialmente em meio à pandemia.

Ele será o responsável por coordenar a eventual vacinação contra a Covid-19 no país. Pelo menos três vacinas estão sendo testadas no Brasil.

Cruz é médico veterinário formado pelo Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro Oeste (UNIDESC) em Goiás (2002) e tem mestrado em epidemiologia, prevenção e controle de doenças nos animais pela Universidade de Brasília (UnB).

Via CNN Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Luciano Huck anuncia que substituirá Faustão nos domingos e que não será candidato em 2022



Luciano Huck anuncia que substituirá Faustão nos domingos e que não será candidato em 2022

O apresentador e empresário Luciano Huck afirmou que não vai se lançar como candidato à Presidência da República em 2022. A negativa foi dada em entrevista ao programa Conversa com Bial, exibido pela TV Globo na madrugada desta quarta-feira (16). Em vez de disputar o Palácio do Planalto, ele confirmou que vai assumir os domingos da emissora, substituindo Fausto Silva.



por redação Busão Curitiba

Em manifesto, jogadores se dizem contra Copa América, mas confirmam participação



Em manifesto, jogadores se dizem contra Copa América, mas confirmam participação

Por meio das redes sociais, os jogadores da seleção brasileira divulgaram o manifesto sobre a realização da Copa América no Brasil, após a vitória sobre o Paraguai nesta terça-feira (8), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. No texto, os atletas se posicionaram contra a competição que começa no domingo, em solo nacional, mas confirmaram a participação. “Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à seleção brasileira.”



por redação Busão Curitiba